Português Português
Últimos posts

Cosmético Orgânico

Escrito por: jorge Publicado em: Organics Data: 2014-08-11 Hits: 2414 Comentários 0

Você sabe o que é isso?

O mercado de produtos orgânicos e naturais tem crescido bastante, especialmente em relação aos alimentos. Nós da Capym adoramos produtos orgânicos por conta do seu significado em termos de cultivo de ingredientes, da preocupação com os trabalhadores rurais e dos rígidos critérios ecológicos e sociais que são impostos pelas certificações.

Mas você sabe o que é um cosmético orgânico e suas implicações?

O que é um produto orgânico?

Atualmente no Brasil, não existe uma lei ou norma que rege exclusivamente os cosméticos orgânicos. Em 2003, o governo brasileiro aprovou a Lei nº 10.831, que dispõe sobre a agricultura orgânica e cria o selo “Orgânico Brasil” para todos os produtos agrícolas que seguirem os requisitos impostos. De acordo com a Lei, “considera-se produto da agricultura orgânica ou produto orgânico, seja ele in natura ou processado, aquele obtido em sistema orgânico de produção agropecuário ou oriundo de processo extrativista sustentável e não prejudicial ao ecossistema local”.

Em termos práticos, um produto orgânico significa:

  • a oferta de produtos sem contaminações intencionais de substâncias químicas nocivas, como agrotóxicos e fertilizantes químicos;
  • a preservação dos ecossistemas naturais e a recomposição da biodiversidade nos ambientes que participam do sistema de produção;
  • melhoria da fertilidade dos solos a longo prazo;
  • a reciclagem dos resíduos orgânicos e a diminuição da utilização de recursos não-renováveis;
  • fomento dos produtores locais e a preservação da sua saúde;
  • manipulação cuidadosa dos produtos de forma a manter as qualidades vitais em todas as etapas até chegar ao consumidor final.

O que faz de um cosmético um produto orgânico?

Para serem comercializados, os produtos devem seguir os parâmetros impostos, com base na lei, por empresas certificadoras, como a Ecocert e o Instituto Biodinâmico (IBD). Entretanto, a legislação vale, na maioria das vezes, apenas para alimentos, deixando os cosméticos para um movimento independente por parte dos fabricantes e certificadoras, mas que seguem critérios iguais ao dos alimentos no que se refere ao cultivo e manejo dos ingredientes.

Os principais selos orgânicos e naturais para cosméticos presentes no Brasil também são concedidos pela IBD e pela francesa Ecocert. Cada um, no entanto, tem critérios diferentes e muito rigorosos.

Ecocert:

Cosmético Natural: aquele que tiver no máximo 5% de ingredientes de síntese pura (sobre o total de ingredientes), mínimo 5% de ingredientes certificados orgânicos (sobre o total de ingredientes) e mínimo 50% de ingredientes vegetais certificados orgânicos (sobre o total de ingredientes vegetais);

Cosmético Orgânico: aquele que tem mais 95% de matérias-primas orgânicas em relação à quantidade total de matérias-primas vegetais utilizadas na formulação.

IBD:

Cosmético Natural: é aquele que tem pelo menos 5% (sobre o total de ingredientes) de matérias-primas certificadas orgânicas. Os 95% restantes podem ser compostos por matérias-primas naturais;

Cosmético Orgânico: aquele que tem no mínimo 95% de matérias primas orgânicas em relação ao total de matérias-primas (naturais, orgânicas, derivadas de naturais) utilizadas na formulação, não levando em consideração a água e o sal para o cálculo. 

Parece complicado?

O que faz dos orgânicos e naturais diferentes dos cosméticos convencionais é uma porcentagem variada de ingredientes certificados. Eles não possuem matéria-prima sintética, derivados de petróleo (como silicone e óleos minerais), agrotóxicos, produtos transgênicos e não são testados em animais. Agridem menos a natureza ao longo da cadeia produtiva – os resíduos, por exemplo, são mais suaves que os da indústria tradicional. Na dúvida, sempre procure pelos selos abaixo.

                                                                                          

Veja alguns diferenciais dos produtos certificados:

  • Sem conservantes e fragrâncias artificiais;
  • Sem parabenos e silicone;
  • Sem ingredientes derivados do petróleo;
  • Sem lauril sulfato de sódio e propileno glicol;
  • Sem ingredientes transgênicos e irradiados;
  • Sem dioxinas;
  • Sem metais pesados;
  • Sem hidrocarbonetos cancerígenos;
  • Sem resíduos de medicamentos;
  • Matéria-prima sem contato com agrotóxicos;
  • Proibição de testes em animais;
  • Comprovação de origem dos ingredientes e garantia da pureza do produto final.

A Capym prefere produtos certificados por serem uma garantia confiável de que você estará consumindo o que existe de melhor em termos de ingredientes e formulações seguras.

Se tiver alguma dúvida sobre algum produto ou ingrediente, entre em contato conosco!

 

comments powered by Disqus